[layerslider id="15"]

Esqueci de mim, e agora?

Esqueci de mim, e agora?
13 set 2018

CAPA BRAZILUSA ORLANDO 92Salve salve mulherada elegante da terra do Mickey!
Agosto mês de retorno às aulas e é vida voltando ao seu rumo normal!Bom… Normal mais ou menos né?! Porque quando se é casada, a vida é outra.
Eu costumo dizer que meu marido dá mais trabalho que os meus três filhos juntos.
Leandro tem T.O.C, o que pra mim é praticamente uma penitência por ter deixado meu quarto bagunçado quando era criança. É a vida me dando uma lição!
Não há como viver em uma “casa de cenário” com três crianças, dois agregados, um marido e um cachorro. Decidi então fazer uma pesquisa silenciosa com algumas amigas próximas e assim, descobri que os maridos são muito parecidos.
Todos eles são casados com mulheres fortes, guerreiras e donas de si. Mulheres que não tem preguiça, que enfrentam vento e tempestade (mas não deixam de voar!).
Mulheres que tem um passado difícil e que tudo sempre foi conquistado com muita força de vontade e dedicação.
Algumas de nós sofre com a ausência do marido. Nao a ausência física mas aquela ausência tipo vaso de enfeite. Eles estão em casa mas estão sentados no sofá assistindo qualquer tipo de jogo ou noticiário, mexendo no telefone e dando risada do amigo bobo que mandou um vídeo mais bobo ainda como se tivessem 13 anos. Poxa, queremos atenção também! Queremos um carinho e queremos ouvir a frase: Deixa que eu vou cuidar de você.
No meu caso, a correria é tanta que esqueci de mim. Esqueci de arrumar o cabelo, de me vigiar o peso e até de depilar a perna que andava mais peluda que a do Leandro, diga-se de passagem.
Dia desses, Rebecca olhou pra mim, dentro do carro e disse: “Seu cabelo é horroroso Mom!”. Como assim? Eu não paro um minuto para assistir uma série na tv ou ler um bom livro que está na cabeceira da minha cama faz três meses e eu não saí da página 20, por eles, e é isso? “Seu cabelo é horroroso”? Porque o meu marido nunca me disse? Porque eu não olhei no espelho por um minuto e me vi assim? O que eu me tornei? Que exem-plo sou eu?
Quando cheguei em casa, fiz questão de correr pro banheiro e ali parada, olhando no espelho percebi que me perdi no meio do caminho… Aquela ali não era eu. Eu sempre fui magra, sempre gostei de arrumar o cabelo.
Passei a mão no telefone e liguei para menina que sempre insistiu em cuidar do meu cabelo e que eu sempre recusei e já marquei um horário. Fui com o Pitoco mesmo, que pela graça de Deus não me deu nenhum trabalho nas 3 horas que lavei, cortei e hidratei meu cabelo.
Parece que o universo estava a meu favor!!
Peguei a Rebecca na escola de cabelo novo, me sentindo a mulher maravilha. Ela me olhou e disse: “Nossa mãe, seu cabelo está lindo!”
E eu respondi: “Esse é só o começo!!!!”
Então mulherada levanta, sacode a poeira e mostre aos maridos que não somos um pé de alface. Somos mulheres lindas e poderosas e viemos para a América para escrever os nossos nomes na História!!
Amo vocês!
Até mês que vem!!!
Ps.: Leandro é o meu marido e pai dos meus 3 filhos. O amor da minha vida e o melhor parceiro de conversas infindáveis ao som de boa música e tereré. E é também a pessoa mais culta que eu já conheci. Baby, love you.
(Tijolinho)

Lisa Camargo

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *