[layerslider id="15"]

EM BUSCA DE UM SONHO

EM BUSCA DE UM  SONHO
19 out 2018

CAPA BRAZILUSA ORLANDO 93Will Wyatt tem uma história de superação capaz de inspirar e emocionar muitas pessoas. Filho de uma técnica de enfermagem e de um operário, sabia que não tinha sido talhado para as carreiras tradicionais, aquelas que a maioria dos pais sonha para os filhos.

Will WyattAinda menino, Wilson, seu nome de batismo, já sonhava com a vida nas grandes cidades e com o movimento e as oportunidades das metrópoles. Queria trocar o silêncio das ruas vazias do interior, pelo burburinho das avenidas coloridas dos grandes centros urbanos. Mas não foi fácil deixar tudo para trás e buscar um sonho tão distante e ao mesmo tempo quase impossível.
Will Wyatt precisou de muita coragem para deixar a casa dos pais e colocar o pé na estrada. “Eu não acho que a gente possa viver estagnado numa situação só porque nasceu menos privilegiado do que outras pessoas. Eu acredito muito na capacidade do ser humano de fazer a sua própria história. E eu tento muito fazer isso todos os dias”, desabafa.
Will WyattWill começou a trabalhar como cabeleireiro aos 17 aos, e se formou numa escola profissionalizante na cidade em que nasceu, São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo, distante cerca duzentos quilômetros da capital. O curso durou um ano e deu a Will as noções básicas que tanto precisava. Logo depois se mudou para São José dos Campos, no interior paulista, para trabalhar num salão, dentro de uma agência de modelos.

Ainda naquele ano, 2011, foi para a Argentina fazer um importante curso para quem orbita no mundo da beleza dos cabelos. No Instituto Llongueras, muito famoso em toda a América do Sul, e com filiais em alguns países da Europa, como a Espanha, Will participou de módulos coloração e corte. Na volta a São Paulo, fez workshops das marcas mais importantes de cosméticos do mundo.
Pode parecer muita coisa para alguém com 19 aos, que tinha acabado de se mudar para São Paulo. Mas a cidade abriu as portas para o jovem detentor de um talento e técnica apurados. A primeira oportunidade veio do mundo da moda. Will trabalhou com Max Weber, maquiador e cWill Wyattabeleireiro, famoso por desenvolver looks para desfiles e campanhas de importantes marcas. A parceria durou pouco tempo, mas deu a ele uma bagagem profissional que o ajudaria no futuro.
Como naquela época não conseguiu uma nova posição, e tinha pouco dinheiro para se manter, precisou voltar para São Sebastião, e abriu seu próprio salão. Mas alguns meses depois sabia que aquela, definitivamente não era a sua praia. “Tive quase um ataque cardíaco, quando voltei a morar na casa dos meus pais, num lugar tão pequeno. Já não me acostumava mais àquele ritmo”, brinca Will.

Will WyattCom uma única mala na mão, voltou para São Paulo determinado a encontrar seu lugar ao sol. E trabalhou duro, dia após dia, mostrando personalidade em cada corte, estudando as cores e os tons para as maquiagens mais ousadas. Criou moda, como o “corte bordado”, onde só as pontas duplas são retiradas, sem que o comprimento seja alterado. “É um estilo super moderno até hoje, uma sensação, tanto que a revista Glamour fez uma reportagem comigo”, conta.

Foi um período frenético. Participou do time de diversos salões de beleza na zona sul da capital. Mas ainda faltava realizar o sonho da vida, que era ter a chance de trabalhar num grande salão, onde as novidades chegavam aos montes e o aprendizado seria gigantesco. “Eu só pensava nisso. Me dediquei de corpo e alma em busca de um espaço para mostrar minhas qualidades. Bati de porta em porta, porque queria que todos soubessem que poderia fazer meu trabalho da melhor maneira possível”, confessa sem vergonha.
O primeiro passo na trajetória da carreira de Will Wyatt foi trabalhar como assistente de Marcos Proença, um cabeleireiro bastante conhecido na capital paulista. Mas poucos meses depois deu um salto na profissão ao ser contratado como cabeleireiro no salão do badalado Celso Kamura, em Campinas. Will Wyatt agarrou a chance e em três meses já era o profissional com o maior número de clientes.

Will Wyatt Will Wyatt Will WyattNum piscar de olhos, mais uma porta se abria para Will Wyatt: a dos penteados de noivas. Ele não hesitou em aceitar o convite de Paulo Persil, o cabeleireiro dos casamentos mais glamurosos do país. Queria aprender de tudo um pouco e, por isso, também passou uma temporada no ateliê de Luciana Alvarez, na Vila Madalena, onde se especializou em alongamento capilar.

Will Wyatt também circulou pelo mundo do teatro. Um dos seus trabalhos de maior destaque foi a peça Nós Sempre Teremos Paris, onde foi responsável pela beleza (cabelo e maquiagem) da atriz Françoise Forton.

A GRANDE VIRADA

Will WyattA vida mudou de verdade, quando Will Wyatt começou a trabalhar com o Marco Antônio de Biaggi. Uma nova perspectiva se abria para o garoto que tinha deixado sua pequena cidade para trás e agora se aventurava no maravilhoso mundo da beleza na capital mais importante do Brasil. Nunca mais ele seria o mesmo.
Will guarda uma admiração especial por Marco Antônio. “Ele mudou o mercado de beleza no Brasil. Ele mudou o conceito de luxo, de cabelo, a necessidade da mulher se cuidar mais. Ir ao salão deixou de ser uma coisa que acontece apenas em momentos especiais. Marco Will WyattAntônio transformou os salões em templos de luxo, onde era possível encontrar os melhores produtos, tratamentos e tecnologias, tudo ali, ao alcance das mãos”, fala com orgulho. Para Will foi um sonho realizado. “Eu sempre pensei que um dia sairia da minha cidade e trabalharia com Marco Antônio de Biaggi. Imagine só o que senti quando consegui essa vitória?”, pergunta já sabendo a resposta.
Foi o último ato da curta carreira de Will no Brasil, pois logo em seguida ele tomou a decisão mais importante de sua vida pessoal e profissional: viajar aos Estados Unidos para se especializar no mercado de beleza e cabelos.

NA AMÉRICA, COMO OS AMERICANOS

O jovem hairstylist tinha uma ideia muito clara do que gostaria de fazer, mas desejava que tudo acontecesse da maneira mais correta possível. Primeiro, escolheu Orlando, porque sabia que a vida era mais barata na Flórida. A ideia inicial era ir para Miami ou New York, mas o preço de um curso de cabeleireiro nessas cidades Will Wyattseria muito mais elevado.
Além disso, para trabalhar nos Estados Unidos, precisaria de uma licença especial. Mas com todos os certificados que trouxe na bagagem, conseguiu revalidar suas credenciais. Faltava então a prova, em inglês. Desde muito cedo Will estudou o idioma, tendo completado seu curso no Brasil. Mas quando chegou aqui não entendia nada do que as pessoas falavam. “Tive que estudar feito um doido para a prova, mas passei”, conta orgulhoso.
Em agosto de 2015, já com a licença de cabeleireiro, alugou o primeiro estúdio. O espaço era pequeno, mas cheio de estilo. Um ano depois, já com a agenda mais cheia, partiu para outro lugar, perto da Universal Studios. Como dividia o ambiente com outros profissionais, decidiu que estava na hora de ter algo só seu. E encontrou a loja ideal em Metrowest, onde hoje atende numa área de 150 m2.
O salão de Will Wyatt merece um destaque a parte. Alí, tudo é feito para que cada um se sinta em casa. O cuidado pode ser percebido nos mínimos detalhes. Das xícaras cor de rosa em formato de coração, aos brigadeiros que serve diariamente, tudo é pensado com carinho especial para atender as clientes.

Will WyattMAIS NATURAL POSSÍVEL

A preocupação número 1 de Will Wyatt, quando recebe uma cliente, é mostrar a importância dos tratamentos naturais. “Tenho trazido para Orlando a última tecnologia, pois acredito que cabelo bonito nasce de um couro cabeludo saudável”, explica. Um dos destaques do salão é a máquina Lux, que tem Luz de Quartzo, para o tratamento profundo do couro cabeludo, e que está sendo usada nos centros de beleza mais badalados do Brasil. E tem mais: Will trabalha com o Micromist, com tecnologia ultrassônica que potencializa as hidratações. Mais high-tech impossível!
Will Wyth é o único cabeleireiro brasileiro parceiro da marca Pytho Paris, empresa francesa criada por Patrick D’ales, cujo foco é utilizar o poder das plantas para tratar os cabelos. Além de usar os produtos Phyto em seu salão, Will é educador da marca e ministra cursos pelo país.

FORÇA E CORAGEMWill Wyatt

Will Wyatt faz parte de um grupo de pessoas que nunca desiste daquilo que quer. Para ele, a jornada não foi tranquila e certamente ainda haverá muito trabalho pela frente. Mas não faltaram garra e determinação, porque começar um negócio sozinho, em outro país e sem a ajuda financeira de ninguém, exige força e coragem. “Cada centavo do que ganho reinvisto no meu negócio, porque quero sempre oferecer o melhor para minhas clientes”, enfatiza.
Entretanto, no meio de tanta luta, mas já com a vida profissional de vento em popa, houve um momento especial, quando conheceu o marido, com quem está casado há 3 anos. Scott Wyatt deixou para trás uma carreira de executivo de Telecomunicação, para ser professor. “Scott é o cara mais incrível do mundo. Ele me ajuda na parte operacional do salão e me apoia emocionalmente em tudo”, se derrete. E termina a entrevista dizendo que acredita no poder do querer de cada um. “Eu criei a minha própria sorte”, fala orgulho de suas conquistas.

por Elisa Barboux

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *