[layerslider id="15"]

Câmbio comercial, câmbio financeiro, câmbio turismo: Qual o spread praticado para minha remessa?

Câmbio comercial, câmbio financeiro, câmbio turismo: Qual o spread praticado para minha remessa?
20 dez 2018

BRAZILUSA ORLANDO 95 CAPAO regime cambial brasileiro se estabelece pelo regime cambial de taxas flutuantes sujo, ou seja, com interferência esporádica do Banco Central do Brasil no mercado interbancário.
As terminologias câmbio comercial, câmbio financeiro e câmbio turismo se dão quanto as naturezas das operações, e não há previsão regulamentar quanto a um spread específico por natureza cambial.
O câmbio comercial é apresentado comercialmente para operações de remessa de valores do exterior e para o exterior, e também no que tange a propósitos cambiais em torno da importação e exportação de mercadorias.
Já o câmbio financeiro, e a terminologia utilizada para o fechamento e câmbio de operações que envolvam intangíveis, dentre estes: Fluxo de capitais como o investimento e empréstimo externo, pagamentos e recebimentos internacionais de serviços e compromissos diversos, e ainda, remessas para exploração de arrendamentos internacionais e exploração de marcas e patentes.
Em relação ao câmbio turismo, esta política comercial é aplicada para produtos de varejo, ou seja, papel moeda, cartões pré-pagos e micro ou pequenas remessas para honrar pequenos compromissos geralmente familiares ou de cunho turísticos, empresariais, educacionais, científicos ou culturais.
Apresentado as situações de definição técnica acima, qual o spread que você paga para fechar um câmbio?
O spread varia de acordo com o volume de operações, valor transacionado e recorrência de contratações cambiais de um cliente ou de vários clientes de um mesmo conglomerado econômico junto a uma instituição financeira.
A posição cambial da instituição financeira também impacta nas condições que a mesma pode te ofertar, ou seja, se a instituição financeira que está operando seu câmbio possui cobertura de moeda estrangeira em sua posição cambial para casamento entre uma operação de cambial de saída e de entrada, ou se a instituição financeira vai acessar o mercado interbancário para comprar ou vender a moeda necessária para realizar uma operação cambial.
O mais importante é observar que não existe cotação de câmbio fixa por dia, o fato de você ser pessoa física ou jurídica não impacta no spread, e câmbio comercial, câmbio financeiro ou câmbio turismo vem da mesma posição cambial única no Brasil, a de câmbio flutuante, onde o câmbio turismo quando se trata de papel moeda (moeda em espécie) possui um custo mais elevado embutido no spread por conta da tangibilidade, ou seja, dos custos de importação, distribuição e custodia da divisa estrangeira física.
Importante frisar que o termo spread engloba o custo mais a margem de ganho imputada pela instituição financeira sobre o câmbio comercial do momento, ou o chamado “spot”.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!