[layerslider id="15"]

4° Mandamento – O Dia do Senhor (Parte 1) – Orlando Gospel

4° Mandamento – O Dia do Senhor (Parte 1) – Orlando Gospel
11 jan 2018

Se Desviares o pé de profanar o sábado… então, te deleitarás no Senhor…”

O Mandamento do Dia do Senhor é um dos mais controversos e esquecidos nos dias de hoje. Parece fácil para o crente acreditar em 9 Mandamentos, mas quando se pensa em separar o dia da semana para o Senhor e não para si, não estão dispostos a abrir mão da sua zona de conforto.

Em Êxodo 20, quando os Mandamentos foram registrados pela primeira vez, Deus atrelou o 4o Mandamento à Criação: “Porque em seis dias fez o Senhor…”, mas quando Moisés repete o Decálogo, em Deuteronômio 5, ele se remete à Redenção: “Te lembrarás que foste escravo… mas o Senhor te resgatou com mão poderosa.”

Só entendemos a Teologia dessa progressão em Hebreus 4:10, quando as obras de Cristo (Redenção) são comparadas às obras de Deus (Criação), mostrando porque os discípulos de Jesus biblicamente trocaram o 7o, pelo 1o dia da semana, com uma ênfase clara nos escritos apostólicos (João 20, Atos 20:7, I Coríntios 16:1-3).

Teologicamente então, João chama o Domingo de Dia do Senhor em Apocalipse 1:10, selando o entendimento que, na Nova Aliança, devemos santificá-lo para a glória de Deus.

Uma nota importante é o vocábulo “Sábado”, pois em português há um dia com esse nome. Entretanto a palavra Bíblica é shabbat, que significa descanso, uma rápida leitura em Hebreus 4 com essa compreensão mostrará que agora, no Novo Testamento, se fala em “outro dia”, exatamente o Domingo, conhecido como o Sábado Cristão.

Mas a pergunta prática é: Como devemos fazê-lo? O que significa guardar o dia do Dia do Senhor e não ser um fariseu? Pois esses criaram tantas regras em relação ao sábado que nem mesmo Cristo observava da maneira que eles desejavam?

A resposta é simples e está ligada ao que a Bíblia diz e não ao que os homens inventam. Vejamos então as questões práticas do Dia do Senhor no nosso próximo Artigo, no próximo mês.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *